Olá,
Visitante
Negócios

Lições do surfe para a gestão de uma empresa

06/03/2017 - por Portal Ideias

Não há dúvidas que o conhecimento externo e experiências vividas fora do escritório, levam à melhoria da gestão empresarial. Conheça a história do CEO da EBANX, Alphonse Voigt, que juntou seus conhecimentos sobre o surfe com os de empreendedorismo e obteve melhores resultados para a empresa.

Ao ser questionado sobre o que o surfe e o empreendedorismo têm em comum, o CEO responde:

“Sempre achei que surfe e empreendedorismo têm tudo a ver. No meu caso, valorizo muito a coragem necessária para a prática. Imaginando que você esteja no Havaí, com uma onda de três, quatro metros estourando na sua cabeça. Você pensa: ‘O que que eu estou fazendo aqui? Estou maluco?’. Mas a resposta é imediata: ‘Eu quero estar aqui, eu tenho que surfar essa onda’.

No empreendedorismo, acredito que aconteça o mesmo. A gente se coloca em uns desafios do tamanho daquelas ondas. Coloca a barra lá no alto, e perguntamos: ‘Caramba, será que era isso, mesmo? Não era melhor ter feito o feijão com arroz, em vez de dar um passo tão grande?’.

Mas não, esse é o mistério. É o fascínio, tanto do surfe quando do empreendedorismo. Isso de nos desafiarmos a ir além, a sempre buscarmos uma onda maior que a anterior, a alcançar metas mais ambiciosas do que as já cumpridas.”

O CEO complementa dizendo que encarar o mar é um grande aprendizado e que é necessário estar preparado, assim como para estar no comando de uma empresa. Não se trata de sorte, se trata de planejamento, de tentativa e erro para gerar experiência, sabedoria. Após tantas tentativas fica mais fácil perceber qual é a hora certa de pular a onda. O mesmo acontece ao entrar em um novo mercado. É preciso conhecer as variáveis para saber exatamente em qual hora agir.

Para Voigt, o maior ensinamento do surfe é: seja paciente. Às vezes é necessário aceitar que pode não ser o momento certo e que precisamos deixar a onda passar. Caso contrário, se formos afoitos e entrarmos sem pensar, tomamos todas as ondas seguintes na cabeça, por consequência de uma atitude errônea.

É necessário esperar a hora certa para se desafiar nos negócios, porém, sem se acomodar e perder o pique. Para encerrar, o CEO enfatiza: “Dizem que mar calmo não faz bom marinheiro ou surfista — mas não faz bom gestor, também.

 

Fonte:ENDEAVOR

0 Comentários

    Nenhum comentário cadastrado...

Por favor efetue login para poder comentar...

contato@portalideias.com.br

Portal Ideias.
Incomum, como você.

Copyright 2015 - Todos os direitos reservados - o2.ag
-